O vidro laminado é um tipo de vidro de segurança que, em caso de quebra, mantém em conjunto os estilhaços. É composto por duas ou mais placas de vidro, unidas por uma ou mais camadas intermédias de polivinil butiral (PVB) ou resina. Quando quebrado, e o impacto não é suficiente para furar o vidro, os estilhaços ficam presos nesta camada produzindo o efeito de uma “teia de aranha” com alta resistência elástica, que mantém os estilhaços até a substituição do vidro, minimizando o risco de eventuais ferimentos.

Esta película plástica aumenta a resistência a impactos, filtra em mais de 99% os raios ultravioleta (responsáveis por descolorir móveis, tecidos e objetos) e reduz ruídos, através do amortecimento das vibrações sonoras.

 

//Aplicações
As características deste vidro permitem que ele seja utilizado quando se deseja ter maior segurança, filtrar raios ultravioletas ou reforçar o isolamento térmico ou acústico.

Tem um vasto leque de aplicações: pára-brisas de automóveis, divisórias, portas interiores ou exteriores, janelas, montras ou vitrinas, clarabóias e corrimãos. É ainda utilizado em esculturas de vidro.